Chega a R$ 1,8 bilhões os atrasos de pagamento de Cuba, Venezuela e Moçambique aos empréstimos do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), diz o Estadão.

A maior dívida e também o caso mais preocupante é o da Venezuela, no qual o regime ditatorial vive uma crise política, recessão econômica e hiperinflação.

Quando for aberto a caixa preta do BNDES, como foi exigido pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao futuro presidente do BNDES, Joaquim Levy – ex-ministro da fazenda do PT – teremos maior clareza do rombo econômico causado pelo PT.

Já passou da hora de acabar com a política econômica externa baseada pelo viés ideológico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba o melhor do conteúdo livre!

Seja notificado das nossas principais notícias!

Você também poderá gostar

Durante entrevista à Fox News, Trump fala de acordo com Bolsonaro e diz: “temos 267 bilhões esperando.”

Em sua última entrevista concedida à apresentadora Laura Ingraham, do canal Fox…

Ombudsman da Folha de SP admite erro na matéria que acusava Bolsonaro de caixa 2

Durante a comum euforia na disputa pela Presidência no segundo turno, a…

Folha de SP divulga fake news sobre retirada de imagens católicas por Michelle Bolsonaro

O Presidente eleito, Jair Bolsonaro, veio à público mediante redes sociais para…

Feminista incentiva mulheres a jogarem água nos homens em transportes públicos

O canal norte-americano DC Shorts publicou um vídeo em que uma feminista…