O desembargador federal Thompson Flores, atual presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), assinou, na tarde desta sexta-feira (16), o ato de exoneração do juiz federal Sérgio Moro, outrora responsável pelas conduções da Operação Lava Jato.

O ato ocorreu a pedido do juiz, que o fez, segundo ele, para “[…] não dar azo a controvérsias artificiais, já que o foco é organizar a transição e as futuras ações do Ministério da Justiça.

O juiz federal havia relatado a pretensão de solicitar a exoneração em janeiro, quando tornar-se-ia, de fato, Ministro da Justiça. Todavia, em virtude da polêmica criada em torno da questão, e da pressão de movimentos de esquerda, os quais alegavam regalia em prol da cobertura previdenciária que o cargo de magistrado confere ao juiz, tal pedido foi adiantado. Agora o juiz federal não é mais servidor da União, e continuará os trabalhos em torno do Ministério da Justiça.

A Operação Lava Jato não saiu em prejuízo. Com a substituição de Moro, a juíza Gabriela Hardt, em primeira audiência com o presidente Lula, desta vez acerca do processo envolvendo o sítio em Atibaia, já mostrou pulso firme em guiar as investigações sob a legalidade e a moralidade. Agora o juiz Moro terá papel fundamental na organização dos projetos de Brasil e de combate contra a corrupção do governo Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba o melhor do conteúdo livre!

Seja notificado das nossas principais notícias!

Você também poderá gostar

Ombudsman da Folha de SP admite erro na matéria que acusava Bolsonaro de caixa 2

Durante a comum euforia na disputa pela Presidência no segundo turno, a…

Folha de SP divulga fake news sobre retirada de imagens católicas por Michelle Bolsonaro

O Presidente eleito, Jair Bolsonaro, veio à público mediante redes sociais para…

Feminista incentiva mulheres a jogarem água nos homens em transportes públicos

O canal norte-americano DC Shorts publicou um vídeo em que uma feminista…

General Villas Bôas revela que o exército esteve “no limite” com julgamento do Lula

Neste domingo (11), em entrevista concedida à Folha de São Paulo, o…