A matéria da Folha de São Paulo divulgou as negociações confidenciais por meio de telegramas entre Cuba e o governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). A negociação que se manteve em sigilo durante 5 anos, mostra como foram injetados cerca de 6 bilhões para a ditadura cubana pelo projeto “Mais Médicos” em troca da exportação de médicos cubanos como uma mercadoria.

Cuba foi quem arquitetou todo o projeto, criando uma estatal de exportação de serviços médicos no final de 2011 e lidando com toda a burocracia, incluindo assuntos como o envio de médicos e enfermeiras e a assessoria para a construção de hospitais a preços vantajosos.

Coube ao governo brasileiro a engenhosidade para burlar o Congresso Nacional. Para que o programa passasse sem precisar da aprovação do congresso, o governo Petista usou como estratégia firmar o acordo por intermédio da OPAS, como um contrato comercial, explicitando a preocupação de não tornar o assunto público e evitar o descontentamento da classe médica.

Fica evidente que o acordo comercial entre os dois países tinha a intenção de beneficiar economicamente o regime dos Castro, e não a saúde brasileira. Em apenas uma hora, o Ministério da Saúde informou que mais de 2 mil profissionais já haviam se candidatados ao novo edital do programa após a debandada cubana. A demanda caseira sempre esteve disponível para suprir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba o melhor do conteúdo livre!

Seja notificado das nossas principais notícias!

Você também poderá gostar

Durante entrevista à Fox News, Trump fala de acordo com Bolsonaro e diz: “temos 267 bilhões esperando.”

Em sua última entrevista concedida à apresentadora Laura Ingraham, do canal Fox…

Ombudsman da Folha de SP admite erro na matéria que acusava Bolsonaro de caixa 2

Durante a comum euforia na disputa pela Presidência no segundo turno, a…

Alexandr Dugin, conselheiro de Putin, declara apoio à esquerda no Brasil após vitória de Bolsonaro

Após as eleições brasileiras terminarem com a grande vitória do candidato Jair…

Apreensão do transcendente: uma conversa entre Roger Scruton e Jordan Peterson

Por André Assi Barreto,     Roger Scruton e Jordan Peterson se…